Galã de Rebelde mostra belezas do México em filme: ‘Não é só tráfico’

Conhecido pelo público brasileiro desde que viveu Rocco na versão mexicana de Rebelde (2004), Diego Boneta migrou para Hollywood em 2010 e já quebrou a “parede latina” ao interpretar personagens norte-americanos em filmes como Rock of Ages (2012) e Entre Tiros e Beijos (2021). Na comédia romântica At Midnight, porém, o ator de 32 anos decidiu seguir o caminho contrário e valorizar sua cultura. Inclusive, ele fez questão de exibir as belezas do México no longa, do qual também é produtor.

“Desde o início, eu sempre tive como objetivo mostrar a cultura latina e representar a comunidade da melhor maneira possível. E algo que nós percebemos é que, nas comédias românticas, a cidade onde a história se passa vira um grande personagem e chamariz. Se você vê Um Lugar Chamado Notting Hill [1999], vai querer visitar Londres. Se assiste a Meia-Noite em Paris [2011], quer ir para Paris. E nunca houve uma comédia romântica hollywoodiana rodada no México”, conta Boneta em conversa exclusiva com a Tangerina.

“Então nós tínhamos uma grande oportunidade e uma responsabilidade imensa ao rodar At Midnight no México e mostrar todas as coisas positivas que o país tem a oferecer. Porque o público está acostumado a ver todas essas histórias sobre drogas, cartéis, Narcos… E sim, elas são uma realidade, mas não são tudo. O México não é só tráfico, entende? Temos tantos lugares lindos para exibir!”, valoriza o ator.

E At Midnight faz um excelente trabalho em explorar as paisagens do México. Na história, Boneta vive Alejandro, gerente de hotel no Caribe que tem sua vida virada do avesso quando uma equipe de Hollywood chega ao local para rodar Super Society 3, uma superprodução de heróis. Mas a estrela do filme, Sophie (Monica Barbaro, de Top Gun: Maverick), descobre que está sendo traída pelo namorado, Adam (Anders Holm), que também é o astro da franquia.

Frustrada ao precisar contracenar com o ex em cenas românticas e que diminuem sua personagem, Sophie encontra em Alejandro uma válvula de escape. O rapaz mostra para a diva que a vida vai muito além do glamour de Hollywood e a ensina a apreciar os prazeres simples –e os encontros à meia-noite (horário em que os dois estão livres de suas obrigações profissionais) acabam se transformando em um romance cheio de obstáculos.

Diego Boneta e Monica Barbaro passeiam pela Cidade do México em At Midnight

Diego Boneta e Monica Barbaro passeiam pela Cidade do México em At Midnight

Divulgação/Paramount+

Além de explorar as belas paisagens caribenhas, At Midnight também leva os protagonistas para a capital, Cidade do México, mostrando um lado do país mais urbano, com estilos arquitetônicos que precisam ser conhecidos pelo resto do mundo. “Nós queríamos mostrar tudo o que o México tem a oferecer. A Riviera Maya, que é lindíssima, os cenotes [conhecidos como dolinas no Brasil], praias maravilhosas. E na Cidade do México, nós pudemos rodar em uma casa desenhada por Luis Barragán [1902-1988], um arquiteto incrível. Fazer isso era muito importante para mim.”

Mas, como o filme não é um programa de viagens, o público também pode esperar uma história que atualiza a comédia romântica para os novos tempos –afinal, quer coisa mais contemporânea do que uma franquia de super-heróis? Antes de se apaixonarem, Alejandro e Sophie trocam alfinetadas e, depois que começam a gostar um do outro, precisam lidar com as diferenças imensas de estilos de vida.

A fórmula não é nova, mas as brigas entre os dois são tantas que a mocinha é bastante rude com o galã no início da história. Diego Boneta assegura que não teve medo de que os embates afastassem o público. “Pelo contrário, eu ficava pedindo para ter mais conflitos! Eu queria que eles não se gostassem desde o início porque aí teríamos um lugar para onde ir no decorrer da trama”, justifica.

Os problemas chegam ao ápice quando os dois viajam para a Cidade do México e Sophie conhece a família de Alejandro. Aí, é a vez de o protagonista ser estúpido com a namorada. “Eu queria mostrar um outro lado do personagem, porque ele é inseguro, tem medo e se sente inferior a ela. Acho que o público vai torcer mais pelo casal assim, porque eles precisam superar muitos obstáculos. Eu, Monica e Jonah [Feingold, diretor] estávamos em sintonia e ensaiamos bastante, dissecamos o roteiro para ter o arco dos personagens bastante claro desde o começo.”

At Midnight estreia na sexta-feira (10) no Paramount+. Confira o trailer da comédia romântica:



Fonte: UOL Cinema

5 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *