O Fantástico Mundo de Bobby e seu impacto na infância dos millennials

Há exatos 25 anos, chegava ao fim uma animação que marcou toda uma geração de millennials, que cresceram assistindo a desenhos animados na TV aberta. O Fantástico Mundo de Bobby (1990-1998) foi exibido no Brasil pela Fox Kids, mas também pelo SBT, o que acabou alcançando uma gama da audiência que até hoje se lembra do esperto garotinho.

A série teve sete temporadas e um total de 80 episódios. A trama seguia o cotidiano e, principalmente, os pensamentos de Bobby Generic, um menino de quatro anos com uma imaginação e tanto. 

O enredo sempre se desenvolvia a partir das percepções infantis e fantasiosas do menino, que vive com seus pais, Howard e Martha, e seus dois irmãos, Derek e Kelly. No final de cada episódio, o pequeno Bobby ainda batia um papo cabeça com o próprio criador da série.

Todo esse pequeno, mas vasto, universo de Bobby foi criado por Howie Mandel. Com simplicidade, a série conseguiu adentrar os corações dos pequenos telespectadores e ficar marcada como uma das favoritas da infância de muitas pessoas que cresceram nos anos 1990.

O Fantástico Mundo de Bobby não se ancorava em super-heróis ou animais falantes, como tantos outros desenhos da época. A atração apenas mostrava um garoto que via todas as coisas com uma proporção muito maior do que elas podiam ser. 

Os episódios também traziam à tona temas bem desafiadores, como morte e bullying, retratados em histórias infantis, com poderosas lições de vida. 

O mundinho de Bobby, como todo desenho dos anos 1990, às vezes tinha suas esquisitices –como uma loja de narizes, ou uma criança de quatro anos salvando reféns de ladrões armados. Tudo, porém, culmina na imaginação fértil que tantas crianças compartilham, e por isso fazia tanto sucesso.

Inclusive, o sucesso foi tanto que O Fantástico Mundo de Bobby se tornou um dos programas mais duradouros da Fox, sendo destronado apenas por Power Rangers.

Por mais que não seja uma das mais comentadas por aí, a série animada conseguiu fazer de uma ideia simples um espetáculo, que Howie Mandel já tentou reviver, mas infelizmente ainda não conseguiu.

Fonte: UOL Cinema

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *