Os Simpsons é censurado na China por piada com governo local

Animação mais duradoura da história da TV norte-americana, Os Simpsons teve um episódio censurado na China por conta de uma piada envolvendo o governo local. Por causa da polêmica, o Disney+ removeu do catálogo de Hong Kong o episódio em questão.

Intitulado One Angry Lisa (Uma Lisa Brava, em tradução livre), o segundo episódio da 34ª temporada de Os Simpsons mostra Marge abraçando sua bicicleta ergométrica em um passeio virtual pela China que inclui o seguinte comentário em áudio: “Eis as maravilhas da China: minas de Bitcoin, campos de trabalhos forçados onde crianças fazem smartphones e romantismo”.

A piada sobre campos de trabalho teria irritado o governo de Hong Kong, que aprovou em outubro de 2022 uma nova lei de censura que proíbe filmes e séries considerados contrários aos interesses de segurança nacional da China. A lei também questiona o conteúdo oferecido em plataformas de streaming de propriedade internacional que, até as mudanças legais, operavam livremente em Hong Kong.

Questionada por veículos norte-americanos, a Disney se recusou a comentar a censura depois que políticos chineses criticaram a entrada do episódio de Os Simpsons no serviço de streaming. Entende-se que o estúdio do Mickey agiu de acordo com as novas leis e regulamentos locais e procurou especificamente evitar uma violação da Lei de Segurança Nacional da China, que se aplica a Hong Kong.

O Disney+ entrou recentemente no mercado de Hong Kong, assim como outras plataformas rivais dos EUA, por meio de acordos regionais de licenciamento. A Lei de Segurança Nacional de Hong Kong, originalmente aprovada em junho de 2020, teve impactos de longo alcance em sua política, mídia, educação e artes.

Apesar da censura, Os Simpsons continua fazendo história nos EUA. Em janeiro deste ano, a animação foi renovada mais duas temporadas –a 35ª e a 36ª da produção. Com isso, a atração ficará no ar pelo menos até 2025.

Fonte: UOL Cinema

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *