Oscar 2023 terá equipe para evitar crises após tapa de Will Smith

A 95ª edição do Oscar não deve ter outro incidente como o infame tapa de Will Smith em Chris Rock, ocorrido no ano passado. O CEO da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, Bill Kramer, anunciou que a organização está montando uma “equipe de crises” para evitar qualquer surpresa durante o Oscar 2023.

“Temos toda uma equipe de crises, algo que nunca tivemos antes, e muitos planos em andamento”, revelou o presidente em entrevista à revista Time (via Deadline). “Nós rodamos muitos cenários. Portanto, esperamos que estejamos preparados para qualquer coisa que não podemos antecipar agora, mas que estamos planejando para o caso de acontecer”.

Kramer acrescentou: “Por causa do ano passado, abrimos nossas mentes para as muitas coisas que podem acontecer no Oscar. Mas esses planos de crise – as equipes e estruturas de comunicação de crise que temos – nos permitem dizer: ‘Este é o grupo que temos que reunir muito rapidamente’. É assim que todos nós nos reunimos. Este é o porta-voz. Esta será a declaração’. E, obviamente, dependendo dos tipos de crise, esperamos que não aconteça algo e que nunca tenhamos que usar a equipe, mas já temos cenários em andamento que podemos modificar”, finalizou.

Durante o Oscar do ano passado, Will Smith ficou alterado após Chris Rock ter feito uma piada sobre Jada Pinkett Smith e sua doença, alopecia, que faz o indivíduo perder seu cabelo, se levantou da plateia e deu um tapa no comediante.

Como consequência, o ator está banido do Oscar e de qualquer outro evento da Academia por um período de 10 anos.

A 95ª edição do Oscar será apresentada por Jimmy Kimmel e realizada no dia 12 de março – veja a lista de indicados e dos esnobados.

Fonte: UOL Cinema

3 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *