Qual filme da franquia “Pânico” teve mais gritos e mortes?

Levantamento compara número de mortes, gritos e outros quesitos entre os filmes da franquia slasher

A franquia “Pânico” é uma das mais queridas entre os cinéfilos e os fãs de terror. Desde o lançamento do primeiro filme, em 1996, a produção criada por Wes Craven (1939-2015) se tornou referência dentro do gênero slasher, graças ao gore e à frequente metalinguagem fílmica nas histórias.

O enredo dos quatro primeiros títulos acompanha Sidney Prescott (Neve Campbell), uma jovem traumatizada pela morte brutal de sua mãe, que é alvo de um assassino mascarado, inspirado por clássicos do terror para realizar suas matanças, colecionando vítimas das formas mais cruéis possíveis.

Logo, Sidney descobre que seu passado e suas ações no presente são os principais catalisadores para que o assassino vá atrás dela – e também de outros personagens, como Gale Weathers (Courteney Cox) e Dewey Riley (David Arquette).

Tendo o assassino Ghostface como o serial killer da saga, a história criada revolucionou o storytelling dos anos 1990 e influenciou inúmeras produções similares anos depois – até mesmo a si própria, com reboots, sequências e requels, como foi chamado o quinto filme da franquia.

“Pânico” estreou nos cinemas brasileiros em 2022, sendo o primeiro da franquia a não ter o eterno Wes Craven na cadeira de direção. A produção ficou a cargo da dupla Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett (de “Casamento Sangrento”), que retorna para comandar “Pânico 6”, marcado para estrear em março deste ano.

Com o lançamento do 5º filme, 11 anos após “Pânico 4”, o G1 fez um levantamento do número de mortes, gritos, sustos, entre outras categorias, em cada uma das produções da franquia. Confira:

Reprodução/G1

“Pânico 3”, lançado em 2000, é o filme com mais gritos, somando 62 no total. Já “Pânico 4”, de 2011, é o vencedor quando o assunto é o número de mortes: 13 ao longo da produção. Além disso, o quarto filme também ganha na quantidade de ataques (10) e discussões cinéfilas (13). 

Segundo a pesquisa do site, o quinto “Pânico” se destaca apenas na categoria “porrada nos vilões”, o que promoveu uma mudança na franquia, que precisa se reinventar para continuar relevante entre gerações. E agora, o que podemos esperar de “Pânico 6”, que promete ser o mais sombrio até agora? Confira o trailer do longa:

Para qual lançamento de 2023 você está mais ansioso? Vote em seu filme favorito!

  • “A Baleia” (23 de fevereiro)
  • “Pânico VI” (9 de março)
  • “Shazam! Fúria dos Deuses” (16 de março)
  • “John Wick 4: Baba Yaga” (23 de março)
  • “Super Mario Bros. O Filme” (30 de março)
  • “Dungeons & Dragons: Honra Entre Rebeldes” (13 de abril)
  • “Guardiões da Galáxia: Volume 3” (4 de maio)
  • “Velozes & Furiosos 10” (18 de maio)
  • “A Pequena Sereia” (25 de maio)
  • “Homem-Aranha: Através do Aranhaverso” (1º de junho)
  • “The Flash” (16 de junho)
  • “Indiana Jones e o Chamado do Destino” (29 de junho)
  • “Missão Impossível: Acerto de Contas – Parte 1” (13 de julho)
  • “Barbie” (20 de julho)
  • “Oppenheimer” (20 de julho)
  • “Besouro Azul” (17 de agosto)
  • “As Marvels” (27 de julho)
  • “Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes” (16 de novembro)
  • “Aquaman e o Reino Perdido” (21 de dezembro)

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Fonte: UOL Cinema

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *