Tropa de Elite vira sucesso na Netflix 15 anos após estreia no cinema

Lançado originalmente em outubro de 2007, Tropa de Elite chegou à Netflix em 16 de fevereiro e, rapidamente, se tornou uma das produções mais vistas da plataforma no Brasil. Mas, na última semana, o longa estrelado por Wagner Moura conseguiu a façanha de entrar no Top 10 de filmes de língua não inglesa mais assistidos do streaming.

Segundo dados divulgados pela própria Netflix, Tropa de Elite foi o oitavo longa de idioma estrangeiro com mais público no período de 20 a 26 de fevereiro –a primeira semana completa do filme nacional no catálogo da plataforma. Capitão Nascimento (Wagner Moura) e sua turma conseguiram 2,3 milhões de horas assistidas.

A liderança entre as produções de língua não inglesa ficou com a sul-coreana Na Palma da Mão (16,1 milhões de horas), com um distante segundo lugar para Nada de Novo no Front (5,4 milhões), que tem reconquistado o público da plataforma desde que recebeu nove indicações ao Oscar 2023. O filme alemão está há 14 semanas não consecutivas no Top 10 da Netflix.

Apesar de ter muitas horas a menos no saldo, Tropa de Elite conseguiu um feito e tanto ao entrar na lista de mais vistos: o longa nacional, diferentemente de seus concorrentes, não está disponível em todos os países e territórios em que a Netflix atua. Muito pelo contrário: segundo levantamento da Tangerina, o longa de José Padilha pode ser visto apenas no Brasil, na Bélgica, na França, na Holanda e na Suíça. E ele só entrou no Top 10 brasileiro, provando que seus conterrâneos ainda não se cansaram de ver o capitão Nascimento em ação.

Vale lembrar que Tropa de Elite fez sucesso entre os brasileiros antes mesmo de seu lançamento oficial –cópias piratas estavam disponíveis para venda em camelôs, com uma edição não finalizada da obra. Mas isso não impediu a produção de levar mais de 2,4 milhões de espectadores ao cinema, colocando a produção estrelada por Wagner Moura entre as maiores bilheterias da história do cinema nacional. Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora É Outro (2010) se saiu ainda melhor e conseguiu colocar mais de 11 milhões de pessoas dentro das salas de exibição no Brasil.

Apesar de ter vencido o Urso de Ouro de melhor filme no Festival de Berlim, Tropa de Elite não foi escolhido para representar o Brasil no Oscar 2008 –o comitê preferiu O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias, que chegou à pré-lista da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, mas não entrou na relação final de indicados –mesmo fora da lista, foi o melhor desempenho do Brasil na categoria desde 1999, quando Central do Brasil recebeu uma nomeação.

Fonte: UOL Cinema

3 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *