Young Sheldon prova que não precisa mais de ator de Big Bang Theory

Quando Young Sheldon começou, a derivada de The Big Bang Theory fez uso da narração de Jim Parsons para criar uma conexão mais evidente entre as duas séries para o espectador, além de aproveitar a popularidade do astro para atrair audiência. Agora, no entanto, a derivada já provou não precisar mais do intérprete original de Sheldon.

Young Sheldon pode ser um spin-off de The Big Bang Theory, mas os dois seriados têm tons muito diferentes. The Big Bang Theory é uma sitcom boba e exagerada com uma configuração tradicional de várias câmeras e uma faixa de risadas. Seus personagens são arquétipos amplamente caricatos, que muitas vezes vivem através de tramas estranhas e raramente enfrentam histórias fundamentadas na realidade e emocionais.

Em contraste, Young Sheldon é uma sitcom familiar nostálgica e de amadurecimento de câmera única. Sem faixa de risadas, as histórias de Young Sheldon têm mais apostas emocionais e menos absurda. Ainda há muita bobagem em Young Sheldon, mas o spin-off tem uma subtrama emocional contundente na maioria dos episódios, enquanto as histórias tristes de The Big Bang Theory só apareceram uma ou duas vezes por temporada.

Esse contraste tonal entre as duas séries se aprofundou ao longo do tempo, à medida que Young Sheldon ganhou um tom cada vez mais único, e a 6ª temporada do spin-off de The Big Bang Theory é a mais pesada até agora.

Sheldon em The Big Bang Theory'
Sheldon em The Big Bang Theory

Young Sheldon precisa se livrar da narração em off

Seja a excomunhão de Mary da igreja, a gravidez de Mandy, o caso de George e a sua morte iminente, ou Sheldon sendo traído por seu colega, a sexta temporada de Young Sheldon é cheia de histórias dramáticas.

As tramas do spin-off de The Big Bang Theory tornaram-se sombrias em comparação com suas temporadas anteriores e, como resultado, a narração alegre do eu adulto de Sheldon parece mais fora de lugar do que antes.

A versão do spin-off de Sheldon tem sua própria personalidade graças a Ian Armitage, e isso constrói o personagem e seu drama muito melhor que qualquer narração em off.

O seriado não apresenta o mesmo tom da original e nem deve – estamos em outra época e a voz do Sheldon original apenas evidencia essa diferença. Dessa forma, mais atua contra a série do que a favor, provando que não é mais necessário o trabalho de Jim Parsons na obra.

The Big Bang Theory e Young Sheldon estão disponíveis no HBO Max.

Fonte: UOL Cinema

4 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *