Fornecedor de trapaças de Destiny 2 condenado a pagar milhões de dólares à Bungie – Destiny 2: Lightfall

Após uma queixa apresentada pela Bungie em 2021, um tribunal decidiu que a AimJunkies, vendedora de trapaças de Destiny 2, e sua controladora, a Phoenix Digital, são culpadas de violar a disposição anti-evasão da DMCA.

Um juiz concordou que James May, o criador do software que fez a trapaça de Destiny 2 para os AimJunkies, ignorou as medidas de prevenção técnica da Bungie. Além disso, mesmo que May não tenha sido diretamente empregada pela AimJunkies, sua empresa-mãe ainda é considerada responsável, pois o software de trapaça foi feito para ela.

Isso terminou em um total de US $ 4.296.222 sendo concedidos à Bungie. Além disso, espera-se que o AimJunkies agora seja impedido de participar de atividades semelhantes porque a Bungie passou a decisão a um juiz federal e pediu que aprovasse uma liminar associada.

Uma reconvenção foi feita pela AimJunkies em setembro passado, argumentando que a Bungie também havia violado a DMCA ao contornar as medidas de segurança no software de trapaça. No entanto, com esta decisão, é provável que a reivindicação seja descartada.

O que você acha disso?

Obrigado, VGC.

Destiny 2: Lightfall



Fonte: Gamereactor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *